Aventure-se comigo...

Aventure-se comigo...

quinta-feira, 8 de março de 2012

FELIZ! APROVEITANDO A VIDA QUE ASSOPRA...

Às vezes, dá vontade de ficar parada, sem se mexer, com medo de que, a qualquer movimento equivocado, essa sensação boa de felicidade vá embora, evapore-se.

É assim que estou me sentindo. Feliz, sem um motivo especial. Aquela felicidade que não vem de algo externo (ou alguém). E posso dizer que parece até mais legítima, mais real do que a felicidade que decorre de algum fato ou de estar apaixonada, por exemplo.

Talvez por esse motivo, quase não tenho escrito aqui. Penso em histórias para contar a vocês, elaboro frases... mas quando chego em casa, fico deitadinha com meus cachorros, sentindo um sorriso no coração.Você já sentiu seu coração sorrir? É bommmmmm...

Estou feliz e tenho medo de mexer com o universo que está quietinho, me dando uma folga depois de tanta peleja. Dá pra entender??


EU SAÚDO IANSÃ, A ORIXÁ DO TEMPO, O VENTO QUE 
ASSOPRA  E COLOCA TUDO EM SEU LUGAR 
Acho que esses anos de terapia ajudaram muito a chegar neste ponto que estou vivendo agora, mas também há a sabedoria da vida, que dá muita porrada em todos nós, para depois sabermos apreciar quando ela assopra.




5 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Aproveita que tá feliz e seja feliz!!! rsrs.

Eu quando me sinto assim, e devo admitir que ultimamente não tem sido constante, eu agradeço a Deus e fico ali curtindo aquele momento. Porque sei que eles não duram tanto quanto gostaríamos... rs

Beijocas

Paulo Tamburro. disse...

Olá Cristine,

é verdade, o tempo bate, o tempo assopra e vamos por aí sendo levados por pancadas e benesses.

Fico muito feliz em saber também, que o seu saldo é positivo.

Nota-se em seus textos a inexistência da empáfia e da arrogância, que dificultam muito os relacionamentos e a sobrevivência.

O pior é que tem gente que esquece com muita facilidade , que são, mas os outros não!

Até rima.

Concorda?

Um abração carioca.

Suellem Brasil disse...

Cris,
" E em um momento, tudo parece se encaixar.
Tudo parece fazer absoluto sentido.
Sem motivo.

Chegar não parece tão importante quanto estar indo.
E ficar feliz é um detalhe qualquer."
Elise Machado.

É nessas horas que você para e pensa: "Obrigada por estar vivendo"... bjka.

Thaís de Miranda disse...

Dá pra entender. E acho mesmo que muitas vezes, a gente peca por mexer no que não precisa. A gente também precisa sentir esse vento do sopro. Sentir... de olhos fechados... Deixar o tempo agir, os cosmos, as eneergias, o que for! Terapia ajuda... (faço anooooossss a fio), mas a sabedoria de cada dia, de cada tropeço, de cada minuto sendo ouvida ou sendo ouvinte... se a gente quiser, rompe muitos conflitos e nos engrandece horrores... ;)
Beijoooo flor!

Celamar Maione disse...

Nada como a serenidade.
Delícia deitar e ficar " curtindo" os cachorros.
É bom encontrar a paz, sem precisar provar nada para ninguém.
Continue assim.


Beijos