Aventure-se comigo...

Aventure-se comigo...

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

FUI TROCADA PELA 25 DE MARÇO..

Conheci um mocinho carioca.
Bom... nem tãoooo mocinho assim, a ponto do meu irmão poder tirar um barato da minha cara, me chamando de "Disneylândia" (sim, confesso, já passei pela minha fase de "ninfetos" rsrs).

Eu já conhecia H. (vou garantir-lhe o anonimato) há 2 anos pelo Orkut e msn, com direito a conversas pela webcam de vez em quando. e eis que chegou o dia de nos conhecermos pessoalmente. HAvia um clima de paquera nas conversas virtuais, mas o "olho no olho" é que define se há futuro (curto, médio ou longo -pouco importa).

O olho-no-olho, neste caso, foi aprovado. Parecia que nós nos conhecíamos há tempos. Passamos a sexta-feira indo a passeios bem turísticos: museu do futebol, avenida Paulista, shopping, café, pizza frita no La Sorella (não existe pizza frita no Rio, inacreditável!) Todos os programas eram intercalados por um namorinho gostoso.

Tudo ia muito bem, até que eu tive a infeliz idéia de sugerir a ele que fossemos à 25 de Março, onde ele poderia encontrar alguns itens que ele gostaria de comprar. Sábado pela manhã, um lindo dia de sol, dirigimo-nos à 25, certos de que seria uma breve passagem. Ledo engano...
Este carioca tímido e reservado, chegou curioso à muvuca, olhou aquele monte de camelôs espalhados pelas calçadas e começou a entrar no clima.

Ao entrarmos no shopping da 25 , naquele predinho treme-treme de 3 andares, cheio de lojinhas minúsculas onde só vemos Coreanos por trás dos balcões, esse homem foi se revelando. Em pouco tempo, sua respiração estava alterada, as pupilas dilatadas, o coração acelerado, e nada mais no mundo importava a ele, senão devastar aquela imensidão de produtos, quase todos contrabandeados ou falsificados, mas altamente sedutores...

Celulares com tv digital a preço de banana, máquinas digitais por 1/3 do preço das lojas convencionais, relógios falsific.. ops... réplicas de marcas famosas - há as opções de réplicas de primeira linha ou réplicas das réplicas. É de enlouquecer qualquer turista desavisado.

Meu querido H. não teve a menor chance. Não o preparei para o que ele ia encontrar,e ele sucumbiu. Soltou a franga (no bom sentido), alucinou, qual viciado após a primeira dose, esse homem era puro delírio e frenesi.

Descobri, frustrada, que EU não causei tanta comoção no nosso primeiro encontro quanto a 25 de Março. Os olhinhos dele brilhavam,mais pela 25 do que por mim!
Ele saiu de lá arrastado, carregando sacolas com relógio, óculos, celulares... Feliz...

E eu aprendi que não é à toa que a 25 de Março faz fama no Brasil todo. E depois dizem que as mulheres é que são consumistas.

- Em tempo, voltamos no domingo antes dele retornar ao Rio, para comprar mais um celular, mais outro relógio...rsrs

5 comentários:

Bill Falcão disse...

Pois é, Cris! E vocês é que levam a fama de ficar namorando vitrines, veja só!
Bjoooooo!!!!!!!!

Dama de Cinzas disse...

Nossa no seu lugar eu teria uma grande agonia!

Uma vez saí com uma amiga que não parava de entrar em lojas e comprar besteiras. Ela saiu pra me acompanhar, porque eu ia comprar uma jarra. Eu comprei uma jarra e ela veio carregada de sacolas... E hoje em dia não tenho mais coragem de chamar ela pra sair... rs

Beijocas

Anônimo disse...

Nossa, eu tava ansioso pra ler esse post, rs... vc é encantadora, viu, mesmo tirando um barato com esse meu lado obscuro consumista, rs. Assim mesmo, saiba que te adoro profundamente.. que não tem celular ou relógio (original ou falsificado) que se compare ao saboroso beijo que seu lábios proporcionaram a este pobre carioca de olhinhos capazes de soltar faísca por produtos made in china, da 25 de março. H.

Cristine disse...

Hummmm... e não é que o H. já leu, antes mesmo de eu avisá-lo do post? rsrs
Querido, com você, até a 25 de Março teve poesia. Cada instante que passamos juntos foi muito especial. E em breve podermos repetir a dose, né? rsrs
Beijosssss

Anônimo disse...

Nossa que coisa hein....A 25 de março encanta-lo mais q vc....kkkkkkk