Aventure-se comigo...

Aventure-se comigo...

terça-feira, 11 de agosto de 2009

O admirável mundo da cabeça de mulher...

Primeiramente... peço desculpas pela demora em voltar a lhes contar minhas peripécias. Mudei de casa, tive a árdua tarefa de fazer a China caber dentro do País de Gales. Eu morava em uma casa enorme, com quintal, jardim, sala disso, daquilo e mais saletas.
Agora, moro em um charmoso apartamento de dois dormitórios, com todas as limitações de espaço que um apartamento traz.

Na semana seguinte à mudança, minhas amigas me convidaram para ir a um barzinho na Vila Madalena. Adoro aquele lugar, despojado e despretencioso, tem uma série de opções , para todos os gostos. Escolhemos um com música ao vivo, mas ficamos na parte externa para podermos conversar e paquerar.
Já que paquerar estava difícil, dada a faixa etária dos meninos/bebês (no auge dos seus 20 aninhos), engatamos numa conversa divertida, sobre manias de cada uma. Papo vai, papo vem, umas caipirinhas de saquê na cabeça, rolou o papo de morte, enterro, coisa assim bemmmm alto astral...rsrs

Eu disse a minhas amigas que, já que não estou mais casada, que elas seriam responsáveis pela decisão de desligar os equipamentos que porventura me mantivessem viva, no caso de eu ficar vegetando ou sofrendo numa cama de hospital (olha só o assunto para mesa de bar!!)
Uma das minhas amigas pediu a mesma coisa, e disse que não quer ser enterrada e sim cremada, pois tem verdadeira claustrofobia de ficar num caixão (como se depois de morta ela fosse se dar conta disso, né? rs)

Aí, veio a pérola da noite. Outra amiga (ahh nem vou falar quem é, vocês até ja sabem...) olhou para todas nós e disse seriamente:
- Quero que vocês me prometam uma coisa. Digam que prometem.
- Ahh fala primeiro o que é, se gor coisa de dar medo não vamos prometer- respondeu uma delas.
- Sério, gente...prometam! Quando eu morrer, antes de me colocar no caixão, quero que vocês depilem ospelinhos do meu queixo e do buço (vulgo "bigode"). EU tenho uns pelinhos que nascem ali e eu odeio. Imaginem eu deitada no caixão e aqueles pelinhos aparecendo! Vocês prometem?

Nós nos entreolhamos, sem saber se era piada ou não. MAs o pedido era sério, seríssimo. Eu ainda perguntei se podia ser com lâmina de barbear e ela respondeu categoricamente: NÂO. Teria que ser depilado com cera.

FAla sério, mulher pensa cada coisa. Até quando morre se preocupa com sua aparência.

Juro, depois dessa, na próxima encarnação quero nascer homem. Ohhh bicho fácil de se contentar. Mulher sofre até depois de morta. Valha-me Deus...rsrs

Bom, até a Mariah CArrey depila o bigode e os pelinhos no queixo, oras... Nem ela é perfeita!




5 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Quando eu morrer quero que façam uma escova no meu cabelo... ahahah

Beijocas

Paty Peralta disse...

Ah minha mãe já avisou quea unha dela tem que estar impecavel e eu concordo com isso hehehehe !

Beijos

Art by Lu disse...

Kkkkkkkkkkk.... Papo sinistro =P

Em relação à foto, é o q eu sempre digo: não existe mulher feia, existe mulher pobre =P

Mariza disse...

ah!!! esqueci de pedir que alem da depilaçao quero um bom decote e adorei a ideia da unha estar bem feita. Vou estar gelada, dura e imovel...mas quero estar LINDAAAAAAAAA!!!!!

Suellem Brasil disse...

Hilário seu post.
...E Euzinha quero uma maquiagem impecável...rs.
Não vivo sem BATOM...mesmo estando MORTA...rsrsrs.