Aventure-se comigo...

Aventure-se comigo...

domingo, 28 de março de 2010

MELHOR DO QUE PROZAC

Algumas pessoas que acompanham meu blog sabem os problemas pessoais pelos quais eu tenho passado. Uma forma resumida de expor minha vida: passou um tornado, arrancou as bases, voou tudo pelos ares. Mas este não será um post baixo astral, prometo... 
Muito embora as coisas mais absurdas e bizzarras tenham acontecido essa semana, a tal ponto que uma amiga se ofereceu para levar o Padre Quevedo para fazer xixi no meu banheiro (essa é nova pra mim, será que resolve? rsrs).

Aliás, já recebi todo tipo de proposta: de me levarem ao culto da Igreja Universal (nada contra, mas não levo o menor jeito para ser evangélica), chamar um pai de santo para defumar minha loja, minha casa e se possível, euzinha também! Pode defumar dos pés à cabeça, mandar tomar banho de erva, eu tô quase topando ingressar  na filosofia messiânica para receber o "Jorey" - não sei bem o que é, mas mal não deve fazer!
Sabe o que é fundo do poço, aquela tristeza aguda?  Acho que todos já sentiram... E essa fase começou há uns 7 meses, e foi piorando. 

Estranhamente, existe dentro de mim uma pessoa que, passada a fase crítica de uma crise, consegue rir da própria desgraça.
Hoje, duas amigas vieram a minha casa, nós três deprimidas, cada uma com suas razões. Uma por vez foi contado suas mazelas, até que percebemos o absurdo do que estava acontecendo a cada uma de nós. Nossa conversa mais parecia um folhetim mexicano! No more tears!!! 

Chegamos à conclusão que deveríamos fazer algo totalmente inusitado. para mudar nosso estado de espírito. Após muitas idéias malucas, chegamos à decisão final: fazer uma reunião só para mulheres, no meu apartamento, e contratar um striper. Nada de sexo, no máximo uma mordidinha no bumbum...(dele, claro). E dar muita risada...

Eis que minha amiga Mariza se lembra de um fato "histórico" ocorrido no bairro onde nascemos e vivemos a maior parte das nossas vidas. 
"Uma senhorinha, sempre muito discreta e tímida ficou viúva. Ela nunca saia de casa, morava na rua mais movimentada do bairro e, nas poucas vezes que saía de carro, era um acontecimento: ela sempre batia na árvore que ficava na calçada.

Numa certa noite, ela saiu sozinha, voltou pouco depois e, como sempre, fez inúmeras barbeiragens para entrar na garagem. O segurança da rua, observando ali perto, notou duas cabecinhas abaixadas no banco traseiro e logo pensou: sequestro!! A senhorinha viúva estava sendo feita refém por duas pessoas abaixadas no banco de trás!
Ela conseguiu finalmente estacionar, entrou com dois homens na casa e o segurança ligou para a polícia. Em poucos minutos a polícia chegou, tocou a campainha e não houve resposta. Invadiram a casa... e flagraram a senhorinha apreciando dois jovens semi-nús, dançando em sua sala. A infeliz jurou até o fim que eram seus sobrinhos..."   

Ri tanto que quase fiz xixi nas calças. De repente, a tristeza que me acompanhava há dias, passou. Como era bom estar com minhas amigas! Eu havia esquecido do quanto um amigo faz diferença na nossa vida. ALiás, um amigo na hora certa pode fazer toda a diferença. Amizade é, sem dúvida, a mais deliciosa forma de amor... e é muito melhor que Prozac.


 

5 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Eu sou super a favor da sua idéia a a idéia da senhorinha... ahahah... Realmente quando a vida anda um tédio o melhor é fazer uma doideira, a gente se sente renovada... eheheh...

Mas só vai morder a bunda do strip? Eu faria mais um pouco... ahaha

Beijocas

Erva disse...

Espero que seu momento down passe querida beijos !!!

Connery SCCP disse...

se servir um striper peludo na faixa dos enta, e com uma dentadura colada com Corega...

terei muito prazer em ir ai

ahh
a bunda é peluda tb viu?

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

beijo querida.

Barthes disse...

Como reciclar-se permanentemente diante das atribulações inerentes ao estar no mundo???
Tem uma infinidade de possibilidades.Vale sempre mais aquela que permita o riso,descontruindo o siso,se espraiando no desbragamento,enfim,para além de qualquer questionamento,aquele momento que nos permita,como Van Gogh,a perfeita mistura das cores em nossas almas aflitas.Bjosss...Cristine.

Paula disse...

oiii! primeira vez aqui! adorei o blog! realmente, amizade é fundamental! se o amigo for verdadeiro, é claro! boa páscoa!!! bjosss