Aventure-se comigo...

Aventure-se comigo...

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

O tempo

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

Mario Quintana

2 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Adoro esse poema!

Beijocas

Suellem Brasil disse...

FELIZ ANO-NOVO!!!
Continuarei te visitando em 2012.
Seu Cantinho Virtual é muito interessante!
E Gostaria de deixar também minha mensagem de FELIZ 2012 com essa grandiosa poesia:
"Loucura odiar todas as rosas porque um espinho te feriu. Desistir de todos os esforços porque um deles fracassou. Condenar todas as amizades porque uma deles te traiu.
Não crer mais no amor porque um deles foi infiel.
Jogar fora todas as chances de ser feliz porque uma tentativa não deu certo.
Lembre-se: sempre há outra chance, outra amizade, outro amor.
Mas nunca outra VIDA."
(Neylor Junior)
Bjs.